Leia também:
X Lewandowski cobra Alcolumbre sobre a sabatina de Mendonça

Alexandre de Moraes decide manter prisão de Zé Trovão

Caminhoneiro segue foragido

Pleno.News - 21/09/2021 20h42 | atualizado em 22/09/2021 10h00

Zé Trovão: "O início de uma nova era se instaura no Brasil"

Nesta terça-feira (21), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu manter a prisão preventiva de Marcos Antônio Pereira Gomes, também conhecido como Zé Trovão.

O caminhoneiro segue foragido.

Moraes destacou que Zé Trovão pediu asilo político ao México, o que revela que ele não pretende retornar ao Brasil por vontade própria.

– A jurisprudência desta Corte é pacífica no sentido de que a fuga do distrito da culpa constitui fundamento idôneo para a manutenção da prisão preventiva, não só para a garantia da ordem pública, mas também para assegurar a aplicação da lei penal (CPP, art. 312). Aliás, além da fuga do distrito da culpa, há notícias de que Marcos Antônio Pereira Gomes solicitou asilo político ao governo do México, com nítido objetivo de burlar a aplicação da lei penal, o que indica, nos termos já assinalados, a necessidade de manutenção da decretação de sua prisão preventiva. Diante do exposto, indefiro o pedido de revogação da prisão preventiva – diz trecho da decisão de Moraes.

A defesa do líder caminhoneiro disse ao portal UOL que está “analisando a decisão” e que ainda avalia quais medidas serão tomadas. A defesa acrescentou que, a princípio, Zé Trovão “não irá se entregar”.

Leia também1 Para Twitter e Google, ordens de Moraes podem ser 'censura'
2 STF: Alexandre de Moraes revoga prisão de Oswaldo Eustáquio
3 STJ suspende análise de recurso no caso das "rachadinhas"
4 PGR pede conversão da prisão de Jefferson para domiciliar
5 Fux tenta "destravar" sabatina e liga para Pacheco e Alcolumbre

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.