Leia também:
X No primeiro discurso, Doria ‘vai para cima’ de Lula e Bolsonaro

Alcolumbre marca sabatina de Mendonça para 1º de dezembro

Ex-ministro foi indicado por Jair Bolsonaro ao STF há mais de quatro meses

Monique Mello - 28/11/2021 08h15 | atualizado em 28/11/2021 21h19

André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para uma vaga no STF Foto: PR/Carolina Antunes

O senador Davi Acolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), marcou para a próxima quarta-feira (1º), a sabatina de André Mendonça. O ex-ministro da Justiça foi indicado à vaga do Supremo Tribunal Federal (STF) aberta com a aposentadoria de Marco Aurelio Mello.

A decisão ocorre após Acolumbre travar a sabatina por mais de quatro meses, pois Mendonça foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro em 13 de julho. O esforço concentrado para a votação de autoridades foi marcado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para zerar a fila de indicações de autoridades.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) será relatora da indicação. O clima do Senado é de que o ex-AGU tem os votos necessários para ser aprovado.

Passando pela sabatina na CCJ, Mendonça precisa ter seu nome aprovado pelo plenário do Senado. Com o aval dos senadores, ele poderá enfim ocupar a 11ª cadeira do Supremo, em substituição ao ministro Marco Aurélio Mello.

 

Leia também1 Eliziane Gama será relatora da indicação de Mendonça ao STF
2 João Doria vence as prévias e é o candidato do PSDB à Presidência
3 'Formação militar foi mais dura que a Presidência', diz Bolsonaro
4 Lira diz que a Câmara estará pronta para agir contra Ômicron
5 Bia Kicis rebate Luiz Fux sobre 'reduzir idade de aposentadoria'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.