Leia também:
X SP: Plásticos descartáveis são proibidos no comércio

Alcolumbre arquiva 36 pedidos de impeachment contra o STF

Alexandre de Moraes foi o principal alvo dos pedidos de impedimento, com 17 solicitações

Paulo Moura - 04/01/2021 10h32

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre Foto: Agência Senado/Pedro França

O último dia do ano legislativo de 2020 foi uma verdadeira festa antecipada de Réveillon entre os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre. No dia 22 de dezembro, data que marcou o encerramento das atividades no último, Alcolumbre arquivou 38 pedidos de impeachment contra os ministros e contra o procurador-geral da República, Augusto Aras. A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Ao todo, o presidente do Senado rejeitou 36 pedidos feitos contra os membros da Suprema Corte e outros dois contra o PGR, todos apresentados durante o mandato do atual gestor do Congresso. Grande parte dos pedidos foi oferecido por políticos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro, especialmente parlamentares de sua base no Legislativo federal.

O maior alvo dos pedidos foi o ministro Alexandre de Moraes, a quem foram direcionadas 17 solicitações de impedimento. Moraes é atualmente o responsável por três inquéritos bastante contraditórios e que envolvem o presidente Jair Bolsonaro ou seus apoiadores: das fake news, da suposta interferência de Bolsonaro na PF e dos atos antidemocráticos.

O jurista Modesto Carvalhosa foi quem mais ingressou com ações de impedimento. Foram cinco contra ministros e uma contra Aras.

Leia também1 Ex-secretário de Dilma morre após sofrer descarga elétrica
2 ‘Fichas-sujas’ recorrem ao STF para assumirem prefeituras
3 Luiz Fux derruba liminar que liberava abertura de bares em SP
4 Crise no STF? 'Médico demitido' faz Marco Aurélio cobrar Fux
5 Após recusar pedidos do STF e STJ, Fiocruz nega vacinas ao TST

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.