Leia também:
X Guedes cancela evento com grupo ligado à vacinação ilegal

Aécio passa por cima de Araújo e abre diálogo com a China

Deputado pretende discutir como a embaixada asiática pode auxiliar na importação de insumos

Pleno.News - 26/03/2021 15h29 | atualizado em 26/03/2021 17h26

Aécio passa por cima de Araújo e abre diálogo com a China
Aécio passa por cima de Araújo e abre diálogo com a China Foto: Reprodução

Após ataques ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, a Câmara deu mais um passo para assumir o papel da diplomacia brasileira no combate à pandemia de Covid-19, o presidente da Comissão de Relações Exteriores, Aécio Neves (PSDB-MG), terá uma audiência na próxima terça-feira (30) com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. O convite feito por Aécio vem na esteira da conversa entre o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), e seu par na Assembleia Popular Nacional da China, Li Zhanshu.

A ideia é discutir como a embaixada pode atuar para auxiliar na importação de insumos para produção de vacina no Brasil. A China é um país-chave na produção mundial de vacinas, medicamentos e insumos hospitalares.

Nos bastidores, deputados também querem tentar suavizar os celeumas envolvendo o governo de Jair Bolsonaro e os chineses.

Na reunião da quarta-feira (24) entre chefes dos poderes, ministros e governadores, Lira cobrou o ministro Ernesto Araújo e vocalizou insatisfações com a sua condução, após ouvir reclamações de empresários e de Wanming, que disse não manter diálogo com o chanceler.

Araújo se envolveu em polêmica com Wanming no ano passado. Em novembro, o chanceler saiu em defesa do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que, nas redes sociais, havia associado o governo chinês à “espionagem” por meio da tecnologia 5G. Na ocasião, o presidente elogiou Araújo pela iniciativa.

Eduardo era, até o início deste ano, o presidente da Comissão de Relações Exteriores, mas seu partido, o PSL, perdeu o comando do colegiado em uma disputa com o PSDB. Apesar de não ser mais presidente, o filho de Bolsonaro ainda é membro do colegiado.

*Estadão

Leia também1 Senadores pedem mudanças nas Relações Exteriores, diz Pacheco
2 Globo 'sofre' em 2020, perde receitas e vê o lucro despencar
3 Ernesto Araújo faz visita a Lira para tentar manter-se no cargo
4 Guedes cancela evento com grupo ligado à vacinação ilegal
5 Veja a vida pregressa dos "supremos": Gilmar Mendes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.