Leia também:
X Chuva destelha casas e alaga vias em cidades paulistas

Advogada admite plágio e se desculpa com Sergio Moro

Beathrys Ricci Emerich não citou autor de trechos usados em artigo do ex-ministro

Rafael Ramos - 27/06/2020 16h57 | atualizado em 27/06/2020 18h05

Beathrys Ricci Emerich admitiu plágio em artigo de Moro Foto: Reprodução

Coautora do artigo jurídico publicado com o ex-ministro Sergio Moro, a advogada Beathrys Ricci Emerich resolveu se explicar sobre a acusação de plágio por parte do advogado criminalista Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos. Por meio de uma nota oficial, Beathrys assumiu a responsabilidade e pediu desculpas a Moro.

– A redação do artigo foi minha e, infelizmente, acabou acontecendo a falha metodológica consistente na ausência da citação do ilustre autor Dr. Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos. Reconheço a falha não intencional, mesmo porque não havia motivos para não citar o autor, tendo em visto que o trabalho citou mais de vinte outros autores. Aproveito o ensejo para pedir sinceras desculpas ao Professor Sergio Moro, bem como à instituição de ensino.

O artigo foi publicado em abril deste ano na revista Relações Internacionais no Mundo Atual, da Unicuritiba. Já o texto de Lemos saiu no site especializado Conjur em novembro de 2019. Chocado com o ocorrido, o criminalista explicou que encontrou o artigo de Moro e Ricci acidentalmente na internet.

– Estou analisando o que posso fazer em relação a isso. Gostaria de no mínimo de uma retratação e reconhecimento porque é trabalhoso escrever um artigo. É objeto de pesquisa, algo que eu venho estudando há anos – falou Marcelo.

Leia também1 Advogado acusa Moro de plágio por causa de artigo
2 Secretário de Turismo da gestão Witzel deixa o cargo
3 Bolsonaro visita município de Araguari, em Minas Gerais
4 76% dos brasileiros são contra a reabertura das escolas
5 Grupo da Lava Jato na PGR pede demissão e gera crise

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.