Leia também:
X Bolsonaro confirma que Onyx irá assumir a Secretaria-Geral

‘Acho que vai ter prorrogação’, afirma Bolsonaro sobre auxílio

Presidente afirmou que volta do benefício deve ser feita com responsabilidade

Henrique Gimenes - 08/02/2021 20h35 | atualizado em 09/02/2021 10h52

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Marcos Corrêa

Nesta segunda-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre o auxílio emergencial e disse achar que o benefício será prorrogado. A declaração foi dada durante uma entrevista ao jornalista José Luiz Datena, na TV Band.

O benefício foi adotado durante a pandemia de Covid-19 para ajudar a população na crise. No entanto, o auxílio foi suspendido em dezembro.

Ao ser questionado sobre um retorno dos pagamentos, Bolsonaro falou que o benefício “tem um custo” ao Brasil e que o ideal seria a “economia voltar ao normal”.

– Acho que vai ter prorrogação. Foram cinco meses de R$ 600 e quatro meses de R$ 300. O endividamento chegou na casa de R$ 300 bilhões. Tem um custo. O ideal é a economia voltar ao normal. Em São Paulo, por exemplo, estão com fase vermelha, fase amarela. Os donos de bares e restaurantes estão indignados. Em Belo Horizonte, mesmo problema. Até quando vão ficar com essa política de isolar? Se não deu certo antes, por que vai dar agora? Temos que enfrentar. Não adianta essa conversinha de “insensível e genocida”. Isso é conversa de quem não quer achar solução. Temos um vírus e estamos preocupados – ressaltou Bolsonaro.

O presidente disse, no entanto, que o retorno do benefício deve vir acompanhado de uma “linha de corte”.

– Agora, tem a pressão? Tem. O que está sendo estudado: uma linha de corte. Foram 68 milhões de pessoas que receberam o auxílio emergencial. Até quando a gente pode bancar isso daí? – apontou.

Bolsonaro tem explicou que a volta do pagamento deve ser feita com “responsabilidade”.

– Se você não fizer com responsabilidade isso, acaba tendo desconfiança do mercado, aumenta o valor do dólar, passa para R$ 6, vai impactar no preço do combustível. Fica uma bola de neve – destacou.

Leia também1 Bolsonaro confirma que Onyx irá assumir a Secretaria-Geral
2 Bolsonaro diz estar 'negociando' auxílio com ministros
3 Reforma administrativa irá avançar depois do Carnaval
4 Maia não aceitou impeachment porque Bolsonaro sairia 'maior'
5 Bolsonaro espera bater o martelo sobre combustíveis em reunião

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.