Leia também:
X Bancada Evangélica sai em apoio à reeleição de Jair Bolsonaro

Petição por impeachment de Moraes ultrapassa 1 milhão de assinaturas

Abaixo-assinado foi criado, nesta segunda-feira, pelo comentarista político Caio Coppolla

Ana Luiza Menezes - 15/03/2021 18h25 | atualizado em 15/03/2021 18h36

Ministro Alexandre de Moraes Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O comentarista político Caio Coppolla criou, nesta segunda-feira (15), um abaixo-assinado virtual para pressionar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a pautar o impeachment do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em menos de 14 horas, a petição conseguiu mais de 1 milhão de assinaturas.

Na ação, o comentarista pede a instauração da chamada “CPI da Lava Toga” e solicita que o Senado analise “robusta denúncia por crimes de responsabilidade praticados por esse Ministro do STF, protocolada pelo Senador Jorge Kajuru”. Com menos de 12 horas após ser criada, a ação ultrapassou a meta de 500 mil assinaturas estabelecida por Coppolla, e agora o alvo é 1 milhão de aceitações.

O recorde de assinaturas contra Moraes foi comentado pela deputada federal Carla Zambelli, que fez questão de compartilhar o link para que mais pessoas participem.

– Inédito! Em menos de 14 horas, o abaixo assinado do Boletim Coppolla, pela análise do pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, já conseguiu mais de UM MILHÃO de assinaturas. Você já assinou? Compartilhe – destacou a parlamentar.

Clique aqui para acessar a petição.

Publicação da deputada Carla Zambelli sobre o abaixo-assinado Foto: Reprodução

Leia também1 Coppolla cria abaixo-assinado por impeachment de Moraes
2 Covid: Coppolla "detona" Doria por politizar início da vacinação
3 Com argumentos, Caio Coppolla "expõe" a ONU, a China e a OMS
4 Após briga com Coppolla, CNN dispensa Augusto Botelho
5 Lacombe, Coppolla e Garcia criticam a imprensa e o STF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.