Leia também:
X Michelle Bolsonaro: “Eu nunca tive conta no Twitter”

Barroso diz a Moraes não querer conciliação com Magno Malta

Ministro do STF entrou com ação contra o ex-senador após declarações durante uma conferência

Henrique Gimenes - 10/08/2022 14h33 | atualizado em 10/08/2022 15h24

barroso-e-moraes
Ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, do STF Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Em manifestação enviada ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o também ministro Luís Roberto Barroso afirmou que não pretende realizar uma audiência de conciliação com o ex-senador Magno Malta. A proposta pela audiência de conciliação partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Ao propor a audiência, a vice-procuradora Lindôra Araújo informou que, caso as partes não entrassem em acordo, iria aceitar a queixa-crime por calúnia, injúria e difamação.

Barroso decidiu ir à Justiça após o ex-senador afirmar que o ministro batia em mulher e que poderia provar suas afirmações. A fala ocorreu durante participação no CPAC Brasil, realizado em junho em Campinas, em São Paulo.

No posicionamento assinado pelo advogado Ademar Borges, Barroso afirma ser contra a “realização da audiência de conciliação (art. 520 do Código de Processo Penal), uma vez que o querelante não tem interesse em formular proposta de transação penal ou suspensão condicional do processo, institutos despenalizadores inaplicáveis ao presente caso, ademais, por força de expressa vedação legal”.

Em junho, após Barroso acionar a Justiça, Magno Malta chegou a falar do processo e disse já criticar o ministro do STF desde 2013.

Leia também1 STF forma maioria para salário de ministros chegar a R$ 46 mil
2 Moraes será relator do processo de candidatura de Bolsonaro
3 Weber pede que PGR opine sobre suposta prevaricação de Moraes
4 Comissão do Senado deve ouvir Moraes, Lewandowski e Valério
5 Lula não deve ir à cerimônia de leitura da carta pela democracia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.