Leia também:
X Defesa de homem que matou petista nega motivação política

Em evento, Lula promete tratar empresários “com carinho”

Petista se reuniu com grupo no Distrito Federal

Monique Mello - 13/07/2022 15h54 | atualizado em 13/07/2022 17h50

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Foto: EFE/Joédson Alves

Em sua pré-campanha à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se aproxima cada vez mais do setor empresarial. Nesta terça-feira (12), o petista esteve reunido com empresários na Confederação Nacional do Comércio (CNC), em Brasília. Em seu discurso, Lula prometeu tratar o setor “com carinho”, caso seja eleito.

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), que é pré-candidato a vice na chapa de Lula, teria articulado o encontro, segundo o petista. Ele afirma que ainda não entrou em debate com nenhum empresário, uma vez que ainda é pré-candidato.

– Eu devo essa vinda aqui ao Alckmin. Eu ainda não fui fazer debate nem com empresário nem com ninguém porque ainda não sou candidato a presidente oficialmente, só posso fazer o debate quando for candidato (…). Vou tratar com carinho e vamos voltar a conversar – afirmou.

Em uma crítica indireta ao atual governo, Lula disse que o país está em condições piores que estavam quando ele sucedeu Fernando Henrique Cardoso na Presidência.

– Quem for presidente deste país pegará um Brasil infinitamente pior do que aquele que eu herdei do FHC, infinitamente pior do ponto de vista político e econômico – declarou.

Durante a reunião, presidente da CNC, José Roberto Tadros, entregou a Lula um documento constando reivindicações a respeito de livre mercado.

Leia também1 Deputado denuncia Lula no MP por elogios a Maninho do PT
2 Após apoiar Lula, Anitta diz que Marina é 'presidente dos sonhos'
3 Defesa de homem que matou petista nega motivação política
4 Justiça de SP mantém cachê de Ludmilla após fazer "L" em show
5 Petista "exaltado" por Lula ainda não foi julgado por agressão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.