Leia também:
X Michelle Bolsonaro completa aniversário e agradece a Deus

7 dias após ser contratada, Iolene Lima é demitida do MEC

Anúncio foi feito no Twitter. Há rumores de desentendimentos na pasta

Jade Nunes - 22/03/2019 07h55

Iolene Lima Foto: Divulgação

Sete dias após ter sido anunciada como secretária-executiva do Ministério da Educação, o que equivale ao segundo cargo mais importante dentro do MEC, Iolene Lima informou, no início da madrugada desta sexta-feira (22), que não permanecerá na pasta.

– Diante de um quadro bastante confuso na pasta, mesmo sem convite prévio, aceitei a nova função dentro do ministério. Novamente me coloquei à disposição para trabalhar em prol de melhorias para o setor. No entanto, hoje, após uma semana de espera, recebi a informação que não faço mais parte do grupo do MEC – publicou no Twitter.

Iolene foi anunciada na Secretaria-Executiva do Ministério da Educação no último dia 14, pelo ministro Ricardo Vélez. Antes, ela atuava como secretária substituta da SEB, a Secretaria de Educação Básica do MEC.

Segundo o colunista Valdo Cruz, do portal G1, há desentendimentos dentro do MEC entre militares e seguidores do filósofo Olavo de Carvalho.

Leia também1 Michelle Bolsonaro completa aniversário e agradece a Deus
2 No Chile, Bolsonaro participa de jantar de boas-vindas
3 Jair Bolsonaro sobre Ibope: "Não tem credibilidade"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.