Leia também:
X Feliciano sai em defesa de Bolsonaro: “Ciro é um louco”

Onde estão os candidatos das Eleições 2018?

Alguns se afastaram do cenário político e outros tentam articular oposição

Camille Dornelles - 07/04/2019 08h28 | atualizado em 29/10/2019 10h16

Neste domingo (7), completam-se seis meses do primeiro turno das Eleições 2018. Desde então, muita coisa mudou no cenário político brasileiro. O Congresso Nacional se renovou drasticamente e a maioria dos estados ganhou novos governadores.

Alguns personagens que se destacaram na corrida presidencial mudaram para outros cargos. Saiba o que estão fazendo sete dos presidenciáveis que disputaram com Jair Bolsonaro.

FERNANDO HADDAD
O petista disputou o segundo turno das Eleições, mas perdeu para Jair Bolsonaro. Depois, voltou a atuar como advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e participa de eventos esquerdistas e manifestações contra o presidente eleito pelo Brasil. Nada, porém, se destacou como a oposição prometida por ele logo após sua derrota nas urnas.

MARINA SILVA
Após sofrer uma queda expressiva de seu eleitorado, a acreana se afastou do cenário político. Ela, que é fundadora da Rede Sustentabilidade, tem agido como uma líder civil de defesa do meio ambiente e de minorias étnicas. Sua maior atuação acontece nas redes sociais e em eventos do partido.

GUILHERME BOULOS
Boulos se mantém na coordenação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e se concentra em ataques ao governo pelas redes sociais e eventos restritos.

CABO DACIOLO
O ex-candidato ressurgiu recentemente nas redes sociais. Ele continua filiado ao Podemos e seu nome aparece como uma das possibilidades à corrida pela Prefeitura do Rio de Janeiro em 2020.

CIRO GOMES
O terceiro colocado na corrida presidencial se mantém como vice-presidente do PDT. Após a derrota, fez viagens internacionais para a Espanha, Portugal e Estados Unidos. Junto com outros partidos, ele tenta estruturar oposição ao governo, mas ainda sem sucesso.

GERALDO ALCKMIN
Alckmin se mantém nas negociações políticas do Congresso, como líder do PSDB. Nesta semana, ele anunciou que seu partido apoiará a proposta da Nova Previdência do governo federal. Ele também é professor universitário no curso de Medicina da Universidade Nove de Julho, em São Paulo.

HENRIQUE MEIRELLES
Meirelles atualmente atua como Secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, da gestão de João Doria.

 

Leia também1 Cabo Daciolo anuncia sorteio inusitado para doar cavalo
2 Cabo Daciolo pede orações por estar em "momento decisivo"
3 RJ: Cabo Daciolo pode se candidatar a prefeito em 2020

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.