Leia também:
X Fachin nega ação contra filiação de Bolsonaros ao Patriota

2 anos e 8 meses após prisão, pai de Jairinho toma posse na Alerj

Coronel Jairo foi acusado de receber propina durante o governo de Sérgio Cabral

Gabriela Doria - 02/06/2021 18h20 | atualizado em 02/06/2021 18h33

Coronel Jairo tomou posse na Alerj após ter sido preso Foto: Divulgação/Alerj

O pai do vereador Dr. Jairinho, o coronel Jairo, retomou seu mandato como deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) 2 anos e 8 meses após ter sido preso. Jairo teve o mandato interrompido após ser acusado de receber R$ 2,8 milhões em propina.

Coronel Jairo só conseguiu a vaga porque o deputado Rodrigo Bacellar, de quem é suplente, foi convidado a assumir a Secretaria de Governo do governador Cláudio Castro.

O termo de posse foi assinado nesta quarta-feira (2), mas Jairo já havia participado da sessão da véspera, sem se manifestar.

PRISÃO
Coronel Jairo foi preso em dezembro de 2018 na operação que desmantelou a quadrilha do ex-governador Sérgio Cabral, que foi acusado de arrebanhar parlamentares da Alerj para desviar recursos do estado.

O deputado Jairo foi preso em uma ação da Operação Furna da Onça, que, em 2021, praticamente recomeçou do zero após uma decisão do Supremo Tribunal Federal.

O Ministério Público Federal estimou que coronel Jairo recebeu cerca de R$ 2,8 milhões em vantagens indevidas entre os anos de 2011 e 2014. O órgão acredita que o montante pode ser ainda maior, já que a Receita Federal identificou intensa movimentação financeira nos dois anos seguintes.

– Jairo moldou sua atividade parlamentar aos objetivos da organização criminosa e praticou atos funcionais direcionados a esses interesses – escrevem os procuradores na denúncia.

Leia também1 MPRJ irá pedir o bloqueio de bens de Jairinho e de Monique
2 Polícia indicia Dr. Jairinho e ex por tortura a outra criança
3 Cláudio Castro, governador do RJ sanciona Lei Henry Borel
4 Caso Henry: Câmara quer saber por que Jairinho acionou Castro
5 Dr. Jairinho apresenta defesa na Câmara para evitar cassação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.