Leia também:
X Reunião no Congresso irá avaliar vetos presidenciais

PF indicia empresário Abílio Diniz por estelionato

Outras 42 pessoas também foram indiciadas

Henrique Gimenes - 15/10/2018 18h43 | atualizado em 15/10/2018 18h46

O empresário Abílio Diniz Foto: Reprodução

A Polícia Federal indiciou, nesta segunda-feira (15), o empresário Abílio Diniz por estelionato, organização criminosa, crime contra a saúde pública e falsidade ideológica. Além dele, outros 42 investigados na operação Trapaça também foram indiciados.

Deflagrada em março, a operação Trapaça é um desdobramento da operação Carne Fraca. A ação teve como alvo um esquema de fraudes na BRF, empresa do setor alimentício e dona da Sadia e da Perdigão. O ex-diretor-presidente da empresa, Pedro de Andrade Faria, também está entre os investigados.

No relatório apresentado pelo delegado Mauricio Moscardi, análise de conversas por email e WhatsApp levou à conclusão de “que a prática das condutas delitivas não se restringia ao círculo das equipes técnica e gerencial das fábricas da BRF”.

Para ele, “há, de fato, a participação do corpo diretivo da empresa na trama investigada, o qual tinha ciência de seu modus operandi, e que, não somente se omitiu em relação a fazer cessá-lo, mas, também, participou comissivamente dos atos de ocultação das fraudes, norteando sua execução”.

De acordo com as investigações, a BRF Brasil Food é suspeita de cometer fraudes em laudos sobre presença de salmonela em alimentos. Os produtos seriam enviados para 12 países que exigem o controle sanitário específico.

Leia também1 Homem é preso por posse ilegal de 177 aves silvestres
2 Jovem morre após realizar procedimento estético no RJ

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.