Leia também:
X Vermífugo pode reduzir carga viral na fase inicial, diz governo

Pazuello deve cancelar reunião com Doria sobre vacina chinesa

Cancelamento acontece após governador dizer que vacina será obrigatória em SP

Gabriela Doria - 19/10/2020 21h45 | atualizado em 19/10/2020 21h46

Ministro Eduardo Pazuello deve cancelar encontro com João Doria Foto: PR/Carolina Antunes

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello pretende cancelar a reunião desta quarta-feira (21) com o governador de São Paulo, João Doria. O encontro, marcado na sede do Ministério, em Brasília, teria como pauta a compra de 100 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac pelo governo federal. A informação é da CNN Brasil.

Segundo fontes ouvidas pela emissora, Pazuello e os secretários da pasta devem se reunir ainda nesta semana com todos os governadores para discutir o calendário de vacinação, bem como a logística da imunização da população.

Por este motivo, não haveria necessidade de se realizar um segundo encontro apenas com Doria.

O cancelamento da reunião acontece logo após o presidente Jair Bolsonaro afirmar, em conversa com apoiadores, que a vacinação não seria obrigatória. A declaração de Bolsonaro surge em reação à fala de Doria de que a imunização seria obrigatória no estado de São Paulo.

– Meu ministro já disse claramente que não será obrigatória essa vacina. Tem um governador aí que esta se intitulando o médico do Brasil dizendo que ela será obrigatória. Repito que não será – alfinetou Bolsonaro.

Leia também1 Vacina chinesa contra a Covid-19 será obrigatória em SP, diz Doria
2 Bolsonaro reforça que vacina da Covid-19 não será obrigatória
3 Russomanno repete Bolsonaro e diz ser contra vacina obrigatória
4 Brasil deve começar a produzir vacina russa em dezembro
5 Vacina do Butantã se mostrou segura, diz chefe do instituto

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.