Leia também:
X Ex-candidato do PT que estuprou cadela é encontrado morto

Pazuello admite que não está totalmente recuperado da Covid

Ministro participou de primeiro evento oficial após deixar hospital

Pleno.News - 11/11/2020 17h48 | atualizado em 11/11/2020 17h56

Ministro Eduardo Pazuello admite que não está totalmente recuperado da Covid-19 Foto: PR/Carolina Antunes

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, retornou ao trabalho presencial nesta quarta-feira (11), após enfrentar a Covid-19, mas disse ainda sentir efeitos da doença.

– Não estou completamente recuperado, é claro. É uma doença complicada. É difícil você voltar ao normal, mas a gente já consegue trabalhar um pouquinho. É o primeiro dia de atividade no trabalho – disse Pazuello em cerimônia no ministério.

A última aparição pública de Pazuello ocorreu 20 dias antes, quando participou de uma transmissão nas redes sociais ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Já sob cuidados em função da Covid-19, o ministro disse que estava “zero bala”. O presidente afirmou que Pazuello era “mais um caso concreto” de que o uso da hidroxicloroquina “deu certo”, apesar de a droga não ter eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

Apesar de ter sinalizado que estava recuperado da doença, Pazuello foi internado em 30 de outubro, no DF Star, um dos mais conceituados hospitais de Brasília, com quadro de desidratação. No dia 1º de novembro, passou a tratar-se no Hospital das Forças Armadas. Ele recebeu alta no dia 3 e, na data seguinte, o ministério informou que o vírus não estava mais ativo no organismo do ministro.

*Estadão

Leia também1 Comissão do Congresso aprova convites à Anvisa e ao Butantan
2 Anvisa autoriza retomada de testes da vacina CoronaVac
3 'Quem não toma a vacina não vai passar o vírus para quem toma'
4 Rússia alega que vacina Sputnik V apresenta 92% de eficácia
5 Ministro Alexandre de Moraes é diagnosticado com Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.