Leia também:
X Motorista da Uber é preso após abusar de menina de 15 anos

Palocci revela propina para campanha de Dilma em 2010

Delator e ex-ministro disse que Joesley criou contas no exterior para mandar dinheiro para o PT

Gabriela Doria - 14/02/2019 17h12

Segundo Palocci, campanha que elegeu Dilma teve dinheiro de propina Foto: Wikipedia

O delator e ex-ministro Antonio Palloci afirmou em depoimento que a campanha presidencial de Dilma Rousseff, em 2010, recebeu propina do empresário Joesley Batista. Segundo Palocci, o empresário teria aberto uma conta no exterior para depositar os valores que seriam destinados ao Partido dos Trabalhadores. O ex-ministro Guido Mantega é apontado como intermediário entre Joesley e PT.

A informação revelada por Palocci confirma o relato de Joesley, que afirmou que as contas no exterior foram abastecidas com US$ 150 milhões. O dinheiro teria sido usado pelo PT para comprar o apoio de aliados e também movimentar o caixa dois da campanha de Dilma.

Antonio Palocci está preso desde setembro de 2016. Atualmente, ele cumpre pena em regime domiciliar. Palocci foi condenado a 12 anos e dois meses pelo então juiz Sérgio Moro, na Operação Lava Jato. Ele é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Leia também1 Haddad acusa Bolsonaro de ser mais 'enrolado' do que o PT
2 Dilma pede pensão por tortura e é criticada por deputadas
3 Damares Alves julgará pedido de indenização de Dilma

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.