Leia também:
X Bolsonaro convoca motociatas no país na véspera do 1º turno

Padre critica oferendas feitas em cemitério católico no RS

Pelas redes sociais, o religioso disse que o espaço não pode ser usado para oferendas

Leiliane Lopes - 21/09/2022 21h42

Alimentos e bebidas deixados no local sujam o cemitério Foto: Reprodução Facebook

O padre Daniel das Chagas, responsável pela comunidade católica de Ibirubá, no Rio Grande do Sul, usou as redes sociais para reclamar das oferendas deixadas por fiéis de religiões de matriz africana no cemitério católico da cidade.

Segundo ele, a grande quantidade de oferendas deixadas nos túmulos fere os princípios de sua religião e desrespeita a fé católica.

– O cemitério católico não é lugar de realizações de ritos de crenças religiosas de origem afro-brasileiras como as fotos ali dão a entender: Vemos restos de ossos em cima dos túmulos, alimentos despachados, taças e bebidas. Pedimos em nome do diálogo inter-religioso respeito a este espaço – escreveu o padre no Facebook.

O cemitério católico é destinado aos religiosos e familiares da cidade. Não é um cemitério municipal.

Em seu desabafo, o padre disse que deixar os trabalhos em um cemitério indica rituais para fazer maldade e isso não é bom.

– Tais gestos como este fotografado, constitui uma perversão do sentido próprio da religião que é religar o homem a Deus e aos irmãos, tais trabalhos ali parecem querer ritualizar alguma espécie de maldade para alguém, e isto não é bom, não promove o bem, mas gera maldades simbólicas e possíveis contaminações espirituais com as quais não se pode compactuar em nome da fé no Deus da vida – afirmou.

Leia também1 Candomblecistas entram em igreja católica e fazem ritual
2 Bolsonaro oferece asilo a padres perseguidos da Nicarágua
3 Cristãos denunciam vilipêndio e exposição é interditada na ALMG
4 Drag queen zomba do cristianismo em apresentação
5 China bloqueia aplicativo cristão com sermões bíblicos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.