Leia também:
X Bolsonaro: ‘Parece que a eficácia da vacina em SP está lá embaixo’

Oswaldo Eustáquio é condenado a indenizar Boulos em R$ 15 mil

Jornalista foi acusado de divulgar fake news contra esquerdista

Gabriela Doria - 25/12/2020 12h47 | atualizado em 25/12/2020 13h22

Oswaldo Eustáquio e Guilherme Boulos Foto: Reprodução

O jornalista Oswaldo Eustáquio foi condenado pela Justiça Eleitoral a indenizar Guilherme Boulos (PSOL) em R$ 15 mil por divulgar informações falsas sobre a campanha eleitoral do líder do MTST.

Durante a disputa pela Prefeitura de São Paulo, em que Boulos foi derrotado por Bruno Covas (PSDB), Eustáquio afirmou que o candidato do PSOL usou “empresas fantasmas” para produzir seus vídeos de campanha.

Na sentença, o juiz eleitoral Emílio Migliano Neto afirmou que a informação falsa “é capaz de causar irreparáveis danos à honra”.

– Verifica-se que se trata de divulgação de fake news capaz de causar irreparáveis danos à honra do então candidato Boulos perante o eleitorado paulistano. A propagação de vídeos contendo informações inverídicas, veiculadas de forma sensacionalista e agressiva, ainda que se queira encontrar abrigo no invocado direito às liberdades de expressão e de comunicação, evidentemente, por não apresentar lastro na verdade, deve ser prontamente e definitivamente rechaçada pela Justiça Eleitoral – definiu o juiz.

Ainda cabe recurso da defesa de Oswaldo Eustáquio.

Leia também1 Moraes nega pedido de liberdade do jornalista Oswaldo Eustáquio
2 Sandra Terena: "Continuamos firmes em apoio ao presidente"
3 Esposa de Oswaldo Eustáquio diz que jornalista fraturou vértebra
4 Web ironiza #LaranjalDoBoulos: "Vai um suco de laranja aí?"
5 'Oswaldo Eustáquio não está paraplégico', revela Bia Kicis

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.