Leia também:
X Boulos é condenado pela Justiça e terá que pagar multa

OMS: “Brasil precisa agir rápido para evitar 2ª onda de Covid-19”

Diretores da entidade acreditam que conscientizar a população é fundamental para deter aumento de casos

Thamirys Andrade - 27/11/2020 16h47 | atualizado em 27/11/2020 16h56

Diretor de emergências da OMS, Michael Ryan Foto: EFE/Salvatore Di Nolfi/Archivo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou o aumento no número de casos de Covid-19 na América Latina durante entrevista-coletiva nesta sexta-feira (27). De acordo com Michael Ryan, diretor de emergências da entidade, o Brasil conseguiu absorver a “pancada” da primeira onda de forma “maravilhosa”, mas ele não sabe se o sistema de saúde aguentará outra vez devido à fadiga dos profissionais da saúde.

– Se voltarmos para uma situação de UTIs lotadas, a mortalidade vai crescer. Precisamos agir mais rápido, de forma mais consistente e mais colaborativa. Na primeira vez, tínhamos a desculpa que estávamos aprendendo, adaptando, testando o que a população aceitaria. Mas, na segunda, precisamos agir melhor – defendeu Ryan.

O diretor afirma ainda que é fundamental proteger os trabalhadores que estão na linha de frente para que esses consigam lidar com a segunda onda.

Segundo Michael Ryan, o Brasil pode aprender com o novo surto de casos da Europa e América do Norte, onde, de acordo com ele, os governos estão lidando com a doença de forma muito mais eficiente do que da primeira vez. A OMS acredita que muito pode ser feito quando as mensagens de conscientização se tornam mais claras e as pessoas se comprometem com a causa.

– A Europa melhorou a consistência das mensagens, e as populações precisam receber informações claras (…) É necessário tomar ações decisivas para reduzir a transmissão. Por isso, é preciso a compreensão das pessoas sobre o distanciamento social, uso de máscara e importância da higiene. É difícil, principalmente em áreas muito populosas, onde as pessoas precisam sair de casa para se sustentar – declarou.

Leia também1 Trump diz que vacinação nos EUA começa na próxima semana
2 Animais sacrificados pela Covid emergem da terra na Dinamarca
3 Neguinho da Beija-Flor está internado com Covid-19
4 Bolsonaro critica a mídia e nega ter menosprezado a Covid-19
5 Anvisa desmente Doria: Vacina não será aplicada sem registro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.