Leia também:
X Covid-19: Justiça manda governo adotar plano de comunicação

OAB pede a Aras que investigue Bolsonaro por mortes por Covid

Órgão quer que PGR apure culpa de Bolsonaro por negligência

Pleno.News - 22/04/2021 18h09 | atualizado em 22/04/2021 18h19

OAB pede a Aras que investigue Bolsonaro também por mortes na pandemia Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Depois de representar contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Procuradoria-Geral da República (PGR), pedindo sua investigação pela infração de medidas sanitárias preventivas na pandemia, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) agora quer a responsabilização do chefe do Executivo pelas mortes causadas por negligência do governo na crise do coronavírus.

Em manifestação enviada ao procurador-geral da República, Augusto Aras, na quarta-feira (21), a OAB renova o requerimento pela abertura da investigação e pelo envio de denúncia contra o presidente ao Supremo Tribunal Federal (STF) ao mesmo tempo em que sugere o aditamento do pedido inicial, formalizado em março, para inclusão, no escopo de uma eventual frente de apuração, das mortes e lesões corporais de natureza grave decorrentes de omissão.

A entidade argumenta que o presidente empreendeu ‘verdadeira cruzada’ contra a vacinação e estimulou o descumprimento de medidas de isolamento social.

– Não há outra conclusão possível: houvesse o Presidente respeitado aquelas medidas sanitárias preventivas contidas no art. 3o, incisos I, II e III, alínea d, da Lei 13.979/20, seguramente milhares de vidas teriam sido preservadas. Deve, por isso mesmo, responder não somente pelo delito de infração de medida sanitária preventiva (art. 268 do Código Penal), como também pelas mortes e lesões corporais de natureza grave daí decorrentes por negligência – diz um trecho do documento.

Pelo menos desde o início do mês passado, com a nova escalada da pandemia, os conselheiros da OAB têm aumentado a pressão por medidas duras contra o governo Bolsonaro e, na semana passada, a comissão interna criada para avaliar a gestão federal na condução da crise sanitária levou a proposta de inclusão das mortes por Covid-19 causadas por omissão do Planalto no rol de crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro.

*Estadão

Leia também1 Covid-19: Justiça manda governo adotar plano de comunicação
2 'STF virou o maior partido de oposição ao governo Bolsonaro’
3 CPI da Covid: Eduardo Girão quer acareação entre autoridades
4 EUA elogiam 'tom positivo' de discurso de Bolsonaro na Cúpula
5 Jair Bolsonaro receberá título de Cidadão do Amazonas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.