Leia também:
X Ato do MTST vira piada por baixo público

Novo Bolsa Família pode reduzir o número de beneficiários

Pessoas que moram sozinhas também podem deixar de receber R$ 600

Leiliane Lopes - 20/11/2022 17h12 | atualizado em 21/11/2022 11h31

Cartão do Bolsa Família Foto: Governo Federal

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai rebatizar o programa Auxílio Brasil para o antigo nome: Bolsa Família. Além dessa mudança, o novo governo também voltará a exigir condicionalidades para que os beneficiários continuem recebendo o benefício.

Sendo assim, muitas famílias poderão perder o valor mensal de R$ 600, após a realização do chamado “pente fino” que irá reduzir a quantidade de contemplados.

Em entrevista ao UOL, Tereza Campello, coordenadora do grupo de assistência social do governo de transição, confirmou o interesse do governo Lula de reduzir os beneficiários.

Segundo ela, as condicionalidades serão retomadas imediatamente. Outro ponto comentado por ela será a redução do valor para quem mora sozinho.

– Hoje um homem que mora sozinho e uma mãe com duas crianças com menos de 3 anos de idade ganham a mesma coisa, R$ 600. Um ganha R$ 600 per capita e outro R$ 200 per capita. Precisamos retomar esse desenho [do Bolsa Família], garantir mais equidade. Agora, isso não pode ser feito de sopetão – disse Campello que foi ministra do governo de Dilma Rousseff.

Leia também1 Ato do MTST vira piada por baixo público
2 Abertura da Copa tem Morgan Freeman e é focada em inclusão
3 Indicado por Bolsonaro, Ilan Goldfajn será presidente do BID
4 Trump não pretende voltar a usar Twitter: 'Muitos problemas'
5 Urach recebe alta de clínica psiquiátrica e pede orações

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.