Leia também:
X Costa sobre privatizar o Porto de Santos: “Lula quer investimento”

Nikolas Ferreira expõe apoio de Dino a ato que destruiu Brasília em 2017

Financiado pela CUT e Força Sindical, o evento gerou prejuízos de mais de R$ 2 milhões

Leiliane Lopes - 11/01/2023 22h15 | atualizado em 12/01/2023 10h41

Polícia e manifestantes entram em confronto na Esplanada dos Ministérios em 24 de maio de 2017 Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG) divulgou, nas redes sociais, um tuíte do atual ministro da Justiça, Flávio Dino, mostrando apoio a uma manifestação realizada em maio de 2017 que terminou com atos de vandalismo na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

A mensagem publicada pelo então governador do Maranhão dizia:

– Hoje em Brasília a voz do povo se fará ouvir. Ator político essencial e, às vezes, ignorado por analistas. Que tudo corra em paz.

O que o político, na época filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), não esperava era que a manifestação terminaria com prejuízo estimado em R$ 2 milhões por causa da depredação e furto feitos na Esplanada dos Ministérios.

A manifestação foi promovida e paga pela CUT e pela Força Sindical e exigia a saída do então presidente Michel Temer, também criticava as reformas trabalhista e da Previdência.

A manifestação começou com uma caminhada do Estádio Mané Garrincha em direção ao Congresso. Na época, os organizadores da manifestação pagaram por 800 ônibus que levaram apoiadores da esquerda de diversas partes do país até a capital federal.

Na Esplanada, segundo informações publicadas na época, o grupo de manifestantes enfrentou a polícia com bombas caseiras, pedaços de pau e pedras.

Os ministérios do Turismo, Fazenda, Planejamento, Minas e Energia, Cultura e o Ministério da Agricultura tiveram seus prédios atacados, assim como o Museu da República e a Catedral Metropolitana. Um auditório foi incendiado.

ASSISTA:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Nikolas Ferreira (@nikolasferreiradm)

Leia também1 Costa sobre privatizar o Porto de Santos: "Lula quer investimento"
2 Rial renuncia após achar rombo de R$ 20 bilhões nas Americanas
3 Quem ganha um salário e meio terá de pagar Imposto de Renda
4 Lula sanciona PL que tipifica injúria racial como racismo
5 DIPEBS: Lula refaz diretoria para surdos após polêmica

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.