Leia também:
X Justiça determina o retorno de Roger Abdelmassih à prisão

MP propõe que Santa Cruz pague R$ 11 mil à advogada de Flávio

Presidente da OAB chamou Luciana Pires de "advogada de porta de cadeia"

Monique Mello - 30/07/2021 12h17 | atualizado em 30/07/2021 12h22

Flávio Bolsonaro e Felipe Santa Cruz Foto: Reprodução

Após chamar Luciana Pires, advogada de Flávio Bolsonaro, de “advogada de porta de cadeia”, Felipe Santa Cruz teria que pagar 10 salários mínimos (R$ 11 mil) de indenização a ela. Ao menos é isso que pede o Ministério Público do Rio de Janeiro por meio de uma ação apresentada na quinta-feira (29).

Ainda foi dada a opção de que o presidente da OAB cumpra oito horas semanais de serviço comunitário por três meses. Santa Cruz pode escolher se aceita ou recusa a proposta. Caso recuse, ele será julgado, sob o risco de condenação.

De acordo com o Ministério Público, há indícios suficientes de autoria e materialidade do delito de injúria.

Em janeiro deste ano, Luciana Pires foi alvo de críticas por parte de Santa Cruz ao ser cogitada como candidata ao cargo de desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio.

– Não há qualquer chance de essa advogada de porta de cadeia entrar em uma lista da OAB – disse Santa Cruz na época.

Leia também1 Editora decide não renovar contrato com Olavo de Carvalho
2 Frias sobre Cinemateca: PF fará perícia para saber se incêndio foi criminoso
3 Gilmar Mendes nega pedido de habeas corpus a DJ Ivis
4 Sérgio Reis chama o povo para ato que visa defender Bolsonaro e salvar o Brasil
5 Bolsonaro sobre Barroso: 'Não quero acusá-lo de nada, mas algo esquisito acontece'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.