MP mantém processo contra Deltan por criticar STF

Se condenado, procurador pode até perder o cargo

Pleno.News - 13/08/2019 17h36

Deltan Dallagnol responde a processo disciplinar Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) negou, nesta terça-feira (13), um recurso do procurador da República Deltan Dallagnol para que suspendesse um processo disciplinar do qual é alvo. Deltan responde a um processo administrativo disciplinar por criticar ministros do Supremo Tribunal Federal durante uma entrevista à rádio CBN.

A representação contra Deltan foi protocolada pelo ministro Dias Toffoli, atual presidente do STF.

Caso seja condenado, Deltan pode receber uma advertência, uma censura, ser suspenso ou até mesmo demitido.

Na ocasião da entrevista, que aconteceu no dia 15 de agosto do ano passado, Deltan criticou a Segunda Turma do STF por retirar os termos das delações da Odebrecht da Justiça Federal de Curitiba e enviá-las à Justiça Eleitoral. O processo envolvia o ex-presidente Lula e o ex-ministro Guido Mantega.

– Os três mesmos [Gilmar, Toffoli e Lewandowski] de sempre do STF que tiram tudo de Curitiba e que mandam tudo para a Justiça Eleitoral, e que dão sempre os habeas corpus, que estão sempre formando uma panelinha, assim mandam uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção – disse o procurador na época.

LEIA TAMBÉM+ Brasil nas ruas: Apoiadores do governo farão nova passeata
+ Bolsonaro pede para Deltan procurá-lo sobre cargo na PGR
+ Dallagnol revela que Lava Jato quis impeachment de Gilmar


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo