Leia também:
X Militar da FAB que matou colega foi preso em flagrante

Movimento social ocupa sede da Caixa exigindo moradia

Caso acontece na capital pernambucana desde a semana passada

Leiliane Lopes - 21/11/2022 15h50 | atualizado em 21/11/2022 17h21

Ocupação na sede da Caixa Econômica em Recife Foto: Reprodução Instagram

Cerca de 200 famílias invadiram a sede da Caixa Econômica Federal, no Recife (PE), na última quinta-feira (17), para exigir agilidade na entrega de moradias.

A ação foi organizada pelo Movimento de Luta por Teto, Terra e Trabalho (MLTT) e é referente ao pedido de casas feita para a chamada Ocupação Paulo Freire, de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco.

Pelas redes sociais, o MLTT, ligado ao Partido dos Trabalhadores, comemora a invasão.

– Cerca de 200 famílias da Ocupação Paulo Freire ocuparam a sede administrativa da Caixa Econômica Federal nesta última quinta-feira, para reivindicar agilidade no processo de moradias dessas famílias. A ocupação foi um sucesso. Agradecemos a todos pelo apoio – dizem os organizadores nas redes sociais.

O deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) recebeu imagens de que o prédio da Caixa está em funcionamento e os funcionários e clientes precisam passar pelos manifestantes para serem atendidos.

– Terroristas do MST invadem prédio da Caixa Econômica em Recife. O edifício encontra-se em pleno funcionamento e mesmo assim foi invadido. O PT ainda nem assumiu e o caos já está sendo instalado. Estão forçando uma guerra civil – criticou o parlamentar.

Assista:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Carlos Jordy (@carlosjordy)

Leia também1 Militar da FAB que matou colega foi preso em flagrante
2 Saiba o que é a leucoplasia, lesão que levou Lula a ser operado
3 Mistério: Ovelhas andam em círculo durante 12 dias seguidos
4 Empresa fundada por dono de jatinho entra na mira da CVM
5 “Solução será prender Alexandre de Moraes”, diz desembargador

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.