Leia também:
X Ministro Eduardo Pazuello testa positivo para Covid-19

Morre voluntário brasileiro que testava vacina de Oxford

João Pedro Feitosa tinha 28 anos e era médico

Pleno.News - 21/10/2020 14h14 | atualizado em 21/10/2020 16h03

Médico João Pedro Feitosa, de 28 anos, não tinha comorbidades Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota dizendo que foi formalmente informada sobre o falecimento de um voluntário dos testes da vacina de Oxford.

A vítima foi o médico João Pedro Feitosa, de 28 anos. Ele não tinha comorbidades. João Pedro atuava na linha de frente contra a pandemia em um hospital da rede municipal do Rio de Janeiro.

Ele tomou uma única dose da vacina em desenvolvimento no final de julho. João Pedro ficou doente em setembro e seu quadro se agravou em outubro. Ele morreu na última quinta-feira (15). O jovem tinha se formado em medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2019.

– Foram compartilhados com a Agência os dados referentes à investigação realizada pelo Comitê Internacional de Avaliação de Segurança. É importante ressaltar que, com base nos compromissos de confidencialidade ética previstos no protocolo, as agências reguladoras envolvidas recebem dados parciais referentes à investigação realizada por esse comitê, que sugeriu pelo prosseguimento do estudo – disse a Anvisa, em nota.

Não há confirmação se ele recebeu placebo ou uma dose do imunizante.

*Estadão

Leia também1 Ministro Eduardo Pazuello testa positivo para Covid-19
2 Bolsonaro sobre vacina: "O povo brasileiro não será cobaia"
3 Bolsonaro diz que vacina chinesa contra Covid 'não será comprada'
4 Zambelli apresenta projeto de lei contra vacinação obrigatória
5 Ministro das Comunicações: "Ninguém pode impor vacina"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.