Leia também:
X Tebet só assumirá ministério de Lula se for o escolhido por ela

Moraes suspende registros de CACs de apoiadores de Bolsonaro

A ordem faz parte da mesma decisão que gerou a operação realizada pela PF nesta quinta-feira

Leiliane Lopes - 15/12/2022 17h09 | atualizado em 15/12/2022 18h17

Ministro Alexandre de Moraes Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Junto com a autorização de mais de 100 mandados de busca e apreensão, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a suspensão de certificados de Caçadores Atiradores e Colecionadores (CACs), o bloqueio de contas bancárias e a suspensão de 168 perfis em redes sociais.

Dezenas de empresários apoiadores do presidente Jair Bolsonaro foram alvos da decisão assinada nesta quinta-feira (12) com a suspeita de que eles seriam financiadores dos “atos antidemocráticos”.

A decisão engloba tanto quem organizou ou participou das manifestações nas rodovias e também os que estão acampados em frente aos quartéis das Forças Armadas.

A operação teve também o cumprimento de 103 mandados de busca e apreensão; quatro ordens de prisão preventiva; quebras de sigilo bancário e apreensão de passaportes.

Leia também1 Silas Malafaia: "O STF não pode julgar pessoas comuns"
2 STM avalia que ação contra Moraes é inconstitucional
3 Garcia: "Não basta derrotar Bolsonaro; PT quer vê-lo preso"
4 Procurador fala em vilipêndio da lei pelo ditador de Brasília
5 Moraes ordena prisão de quatro pessoas no ES em operação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.