Leia também:
X Moraes aponta 11 perfis que coordenam rede de fake news

Moraes bloqueia perfis de aliados de Jair Bolsonaro

Alvos incluem Luciano Hang, Roberto Jefferson e outros apoiadores

Gabriela Doria - 27/05/2020 19h40 | atualizado em 27/05/2020 19h56

Luciano Hang, Roberto Jefferson e Sara Winter tiveram redes sociais bloqueadas por Alexandre de Moraes Foto: Reprodução

Além de determinar a busca e apreensão contra 29 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou o bloqueio das redes sociais de 17 investigados no inquérito das fake news.

O bloqueio atinge perfis dos empresários Luciano Hang, das Lojas Havan, e Edgar Corona, das academias Smart Fit. A determinação também se estende a Roberto Jefferson, Allan dos Santos, Bernardo Kuster, Edson Salomão, Eduardo Fabris Portella, Enzo Momenti, Marcelo Stachin, Marcos Bellizia, Rafael Moreno, Paulo Bezerra, Rodrigo Ribeiro, Sara Winter, Otavio Fakhoury, Reynaldo Bianchi Júnior e Winston Lima.

Moraes diz que a decisão é necessária “para a interrupção dos discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”.

Na noite desta quarta (27), os deputados Carlos Jordy, Bia Kicis, Cabo Junio Amaral e Filipe Barros protocolaram um pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes no Senado Federal. Nas redes sociais, eles pediram que a população pressionasse o presidente da Casa, o senador Davi Alcolumbre, a aceitar a ação.

Leia também1 Para Eduardo Bolsonaro, ação da PF é "abuso de autoridade"
2 Deputados entram com pedido de impeachment de Moraes
3 Deputado Gil Diniz vai pedir impeachment de Moraes
4 Ministro da Justiça defende direito de criticar autoridades
5 Sara Winter xinga Moraes e promete 'infernizá-lo até sair'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.