Milton Gonçalves acusa ator da Rede Globo de racismo

"É uma dor no coração muito grande", disse o artista

Pleno.News - 18/06/2019 10h40

Milton Gonçalves afirma ter sido vítima de racismo Foto: Reprodução

A disputa entre os atores Milton Gonçalves e Paulo Betti, pela presidência do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro, o Sated, foi parar na 33ª Vara Criminal do Rio de Janeiro por crime de racismo.

Milton e os atores Jorge Coutinho e Cosme Santos acusam Betti por conta de um print de uma mensagem em um grupo de WhatsApp enviada no dia 16 de abril deste ano. No texto, Paulo diz que os três atores poderiam complicar a luta pelo cargo no Sated. Segundo ele, a atual diretoria do sindicato tem uma forte representação negra.

– É uma dor no coração muito grande. Não tenho mais paciência para discutir raças. Não quero saber disso! Quero que todos sejam seres humanos, todos iguais – disse Milton.

Se condenado, a pena para Betti pode ser de um a três anos conforme determinação do juiz Daniel Werneck Cotta. Em sua defesa, Paulo Betti, que está no ar na novela Órfãos da Terra, disse que nunca foi racista e que é uma acusação muito grave que ele está procurando entender.

En nota, o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro saiu em defesa de Paulo Betti e disse que ele foi vítima de um equívoco. O coordenador-geral Mario Sergio Medeiros declarou que a situação é desagradável e espera que a verdade seja revelada.

LEIA TAMBÉM+ Silvio Santos pede e Tiago Abravanel larga Globo por SBT
+ Mãe e filhas são encontradas mortas dentro de casa, em SP
+ Michel Platini, ex-presidente da Uefa, é preso na França


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo