Leia também:
X Covid: Mulher de 75 anos tem morte súbita após ser vacinada

MG: Zema afasta secretário de Saúde após vacinação irregular

Carlos Amaral é investigado em inquérito que apura “fura-fila” de 806 servidores da pasta na imunização contra a Covid-19

Pleno.News - 12/03/2021 10h04 | atualizado em 12/03/2021 10h57

carlos eduardo ex-secretario minas gerais

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta quinta-feira (11) o afastamento do secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, após denúncias de irregularidades na aplicação de vacinas contra a Covid-19 a servidores da pasta. Ao todo, 806 servidores da secretaria, incluindo Carlos Amaral, receberam doses de imunizantes.

Pelo Twitter, Zema afirmou que agradece ao ex-secretário pelo trabalho realizado à frente da secretaria, em especial pelo combate à pandemia e pela retomada das obras dos hospitais regionais do estado.

– Minas Gerais tem um dos melhores resultados no enfrentamento ao coronavírus graças à responsabilidade da gestão – escreveu.

No lugar de Amaral, assume o médico Fábio Baccheretti, atual presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

As denúncias da vacinação irregular motivaram abertura de comissão parlamentar de inquérito na Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira. É a primeira vez que o governador Romeu Zema, eleito com a promessa de combater privilégios, enfrenta uma CPI.

*Com informações do Estadão

Leia também1 Covid: Bolsonaro se preocupou antes da OMS, lembra Zambelli
2 Anvisa facilita importação de vacinas autorizadas no exterior
3 Gerente de farmácia terá que indenizar Uip por vazar receita
4 Covid: Deputados querem viajar à China e à Índia por vacinas
5 MP vê "omissão" e aciona Justiça de SC para exigir lockdown

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.