Leia também:
X Pedido de prisão de Aécio deve ser julgado este mês

Lula vira réu no caso do sítio em Atibaia

Juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia do MPF que envolve outras 12 pessoas

Henrique Gimenes - 01/08/2017 18h25 | atualizado em 01/08/2017 18h27

Lula vira réu no processo do sítio em Atibaia Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O juiz federal Sérgio Moro aceitou, nesta terça-feira (31), denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros 12 no caso do sítio em Atibaia. Com a decisão, todos se tornaram réus no processo. Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com a denúncia do MPF, Lula teria recebido propina de contratos da Petrobras com a a OAS e a Odebrecht. O dinheiro teria sido repassado na forma de reformas no sítio totalizando R$ 1,02 milhão. O imóvel está no nome de dois empresários, Fernando Bittar e João Suassuna, mas os investigadores afirmam que ele pertence ao ex-presidente. Lula nega ser dono do imóvel.

Além de Lula, também se tornaram réus: o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, o ex-executivo da OAS, Agenor Franklin Medeiros, o dono da Odebrecht, Emílio Odebrecht, o dono da OAS, Léo Pinheiro, o pecuarista José Carlos Bumlai, o ex-executivo da Odebrecht, Alexandrino de Alencar, o ex-diretor da Odebrecht, Carlos Armando Guedes Paschoal, o engenheiro da OAS, Paulo Gordilho, o engenheiro da Odebrech, Emyr Diniz Costa Junior, o ex-assessor especial da Presidência, Rogério Aurélio Pimentel, o advogado de Lula, Roberto Teixeira e o empresário Fernando Bittar.

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.