Leia também:
X 4 homens são identificados e indiciados por morte de médica

Lula irá à prisão de Nardoni, Cravinhos e Lindemberg

Ex-presidente estava preso desde o ano passado na sede da Polícia Federal em Curitiba

Camille Dornelles - 07/08/2019 13h01 | atualizado em 07/08/2019 16h11

Ex-presidente Lula continuará preso, mas segue para São Paulo Foto: Marlene Bergamo/Folhapress

Nesta quarta-feira (7), o juiz corregedor Paulo Eduardo de Almeida Sorci, do departamento estadual de execução criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, autorizou a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o presídio de Tremembé, no interior de São Paulo.

– O d. juízo de Curitiba autorizou a transferência do apenado do atual local de custódia, ou seja, a sede da Polícia Federal do Paraná, para estabelecimento localizado no Estado de São Paulo, solicitando a este juízo da capital a indicação do estabelecimento onde o apenado deverá permanecer recolhido – disse o juiz em sua decisão.

Segundo ele, Lula deverá ficar custodiado na Penitenciária II de Tremembé, Dr. José Augusto César Salgado. O local é o mesmo que abriga criminosos perigosos, como Alexandre Nardoni, que matou a filha Isabella Nardoni; os irmãos Cravinhos, que ajudaram Suzane von Richthofen no assassinato dos pais; Mateus da Costa Meira, que abriu fogo dentro de uma sala de cinema; Lindemberg Alves Fernandes, que sequestrou e matou a estudante Eloá; Evandro Bezerra, que matou a advogada Mércia Nakashima, e outros.

Uma cela do presídio já foi esvaziada para que o ex-presidente seja transferido ao local. A defesa de Lula avalia que decisão irá tomar a respeito da determinação.

*Folhapress

Leia também1 Veja 7 criminosos famosos que estão presos em Tremembé
2 Manuela evita app e se exila na Escócia após citada por hacker
3 Na mira: CPI do BNDES votará convocação de Lula e Dilma
4 Justiça Federal determina transferência de Lula para SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.