Leia também:
X YouTube remove canal de professor crítico do passaporte sanitário

Luciano Hang, da Havan, passa a ser investigado pela CPI da Covid

Lista anunciada por Renan Calheiros inclui ainda Onyx Lorenzoni e Osmar Terra

Pleno.News - 01/09/2021 12h23 | atualizado em 01/09/2021 13h34

Luciano Hang se tornou investigado pela CPI da Covid Foto: Divulgação/Havan

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), anunciou a inclusão de nove nomes na lista de investigados do colegiado. Entre os alvos, estão o ministro da Previdência e Trabalho, Onyx Lorenzoni, o deputado Osmar Terra (MDB-RS) e o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan.

Anteriormente, a CPI havia incluído na lista de investigados outros integrantes do governo do presidente Jair Bolsonaro, como o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).

No total, a lista tem 29 investigados. Ao incluir esses alvos na lista, a CPI passa a tratá-los como suspeitos de terem participado de um crime.

Segundo assessores do Congresso, a alteração do status desobriga o investigado a assinar um termo para falar somente a verdade. Como não está obrigado a produzir provas contra si mesmo, o investigado não precisa falar a verdade.

O relator pretende entregar o relatório final da CPI ainda neste mês de setembro. Novos desdobramentos da comissão, porém, podem estender o funcionamento da comissão até o prazo final, em novembro. Isso porque a CPI começa a aprofundar nesta quarta a apuração de um suposto esquema de corrupção envolvendo a empresa VTCLog, que fechou contratos com o Ministério da Saúde.

Novos investigados:

– Luciano Hang, dono da Havan;

– Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência;

– Osmar Terra, deputado federal;

– Regina Célia Oliveira, fiscal do contrato da Covaxin;

– Cristiano Carvalho, representante da Davati;

– Emanuela Medrades, diretora da Precisa;

– Helcio Bruno de Almeida, fundador do Instituto Força Brasil;

– Luiz Paulo Dominghetti Pereira, representante da Davati;

– Marcelo Bento Pires, ex-assessor do Ministério da Saúde.

*AE

Leia também1 CPI: Barros acusa Renan de vazar dados sigilosos para O Globo
2 CPI da Covid inclui Osmar Terra e Onyx na lista de investigados
3 STF recusa denúncia de que Nise foi humilhada na CPI
4 OAB irá ao STF para impedir advogada de Bolsonaro na CPI
5 CPI da Covid convoca Karina Kufa, advogada de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.