CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X ‘Vou prender maconheiro na praia’, diz Wilson Witzel

Justiça Federal decide que hackers vão continuar presos

Juiz Vallisney de Souza Oliveira afirmou que os motivos que fundamentaram a prisão persistem

Paulo Moura - 30/07/2019 13h30 | atualizado em 30/07/2019 13h32

Hackers devem continuar presos após decisão da Justiça Federal Foto: Agência O Globo/Daniel Marenco

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, decidiu nesta terça-feira (30) manter a prisão dos quatro investigados por envolvimento na invasão de celulares de autoridades do país. Os envolvidos vão continuar presos até quinta-feira (1º), quando se encerra o prazo da prisão temporária, renovada na sexta-feira (26).

O magistrado optou pela manutenção da prisão após ouvir os presos em audiência de custódia na manhã desta terça. Os quatro investigados foram presos na última terça-feira (23), na Operação Spoofing, deflagrada pela Polícia Federal (PF). Na decisão, o juiz informou que não existem novos fatos que motivem uma mudança do que foi definido por ele anteriormente.

– É preciso verificar se motivos que fundamentaram minha decisão de prisão, persistem. Vou indeferir por enquanto – informou Oliveira.

Walter Delgatti Neto, que seria o líder do grupo, assumiu a invasão nas contas de procuradores da Lava Jato e confirmou que repassou mensagens ao site The Intercept Brasil. Segundo a Polícia Federal, mais de mil pessoas podem ter sido alvos do grupo.

Leia também1 'Vou prender maconheiro na praia', diz Wilson Witzel
2 Relator quer liberar maconha e criminalizar homofobia
3 Rodrigo Maia viajou em avião da FAB com a família

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo