Leia também:
X Governo revoga medida que excluía profissões do MEI

Justiça determina retorno dos radares móveis em rodovias

Decisão suspende despacho de Jair Bolsonaro

Gabriela Doria - 11/12/2019 21h08 | atualizado em 11/12/2019 21h41

Radar móvel retornará ao funcionamento Foto: Divulgação/PRF

A Justiça Federal de Brasília determinou, nesta quarta-feira (11), que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) volte a usar radares móveis nas rodovias do país. A decisão suspende um despacho do presidente Jair Bolsonaro que revogou a fiscalização eletrônica de velocidade.

A decisão é do juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal Cível. O magistrado atendeu a um pedido liminar do Ministério Público Federal e argumentou que a falta de fiscalização colocava em risco a sociedade.

– A urgência é patente, ante o risco de aumento do número de acidentes e mortes no trânsito em decorrência da deliberada não utilização de instrumentos escolhidos, pelos órgãos técnicos envolvidos e de acordo com as regras do Sistema Nacional de Trânsito, como necessários à fiscalização viária – decidiu o juiz.

Os radares móveis deixaram de funcionar desde agosto, quando Jair Bolsonaro determinou que fossem revogados atos administrativos que tratavam da fiscalização eletrônica em estradas federais.

Leia também1 Governo revoga medida que excluía profissões do MEI
2 Após exames, Bolsonaro revela suspeita de câncer de pele
3 Bolsonaro critica Greta: "Dão destaque a qualquer besteira"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.