Leia também:
X Bolsonaro tem “sinais de início dos movimentos intestinais”

Justiça condena Globo em R$ 1,35 mi em caso da Escola Base

Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e a revista IstoÉ também já foram condenados

Gabriela Doria - 01/02/2019 17h56

Escola de Educação Infantil Base Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a Rede Globo a pagar R$ 1,35 milhão de indenização no episódio que ficou conhecido como Caso da Escola Base. O valor refere-se aos danos morais que os donos e o motorista da instituição sofreram. Icushiro Shimada, Maria Aparecida Shimada e Maurício Monteiro de Alvarenga receberão, cada um, cerca de R$ 450 mil.

A assessoria da emissora afirmou que a empresa está recorrendo e não comentará a decisão.

Além da Globo, os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e a revista IstoÉ também já foram condenados a pagar indenização. No entanto, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) ainda não proferiu nenhuma sentença.

RELEMBRE O CASO DA ESCOLA BASE
Em março de 1994, veículos de informação noticiaram o que seria um grande escândalo de abuso sexual de crianças que eram alunas da Escola Base, em São Paulo. Segundo a reportagem, seis pessoas estariam envolvidas nos crimes, incluindo os donos e o motorista da instituição.

Na ocasião, os jornalistas utilizaram fontes oficiais, como polícia e peritos médicos, para elaborar as reportagens. Também foram ouvidos pais de alunos, que denunciavam os abusos. No entanto, as informações estavam erradas.

Apesar de desmentir as informações após a descoberta do equívoco, os donos da escola, que foi vandalizada, já estavam falidos e sofriam ameaças de morte.

Leia também1 Jornalista defende Nobel da Paz para bombeiros de MG
2 Agência e jornalista do Brasil ganham prêmio internacional
3 Globo decide não publicar livro sobre corrupção na Fifa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.