Leia também:
X Marco Aurélio vê ‘censura’ e ‘retrocesso’ em decisão do STF

Justiça anula passaporte diplomático de Edir Macedo

Decisão também vale para documento da esposa do bispo

Gabriela Doria - 16/04/2019 18h49 | atualizado em 16/04/2019 19h46

Bispo Edir Macedo e a esposa Ester Eunice Rangel Foto: Reprodução

A Justiça Federal revogou a concessão de passaportes diplomáticos para o bispo Edir Macedo e sua esposa, Ester Eunice Rangel Bezerra. O governo havia concedido os documentos nesta segunda-feira (15).

– As viagens missionárias, mesmo que constantes, e as atividades desempenhadas no exterior não ficam, de modo algum, prejudicadas sem a utilização do documento em questão – justificou o juiz federal Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

O magistrado atende a uma ação popular, que pediu uma liminar para suspender a portaria que beneficiou o líder da Igreja Universal do Reino de Deus e sua esposa.

– Ante o exposto, defiro a liminar, para suspender os efeitos da portaria de 12 de abril de 2019, que concedeu passaporte diplomático aos réus Edir Macedo Bezerra e Ester Eunice Rangel Bezerra, até ulterior decisão – concluiu.

A portaria citada foi assinada pelo chanceler Ernesto Araújo.

Leia também1 Itamaraty justifica passaporte diplomático de Edir Macedo
2 Edir Macedo recebe passaporte diplomático do Itamaraty

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.