Leia também:
X MST fez menos ocupações de terras em governo Bolsonaro

Julgamento de Deltan em conselho disciplinar é adiado

Justiça Federal transferiu sessão que estava prevista para esta terça

Paulo Moura - 26/08/2019 13h26

Deltan Dallagnol é coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato Foto: PT/Lula Marques

A Justiça Federal adiou o julgamento disciplinar que envolve o coordenador da Lava Jato em Curitiba (PR), Deltan Dallagnol. De acordo com a decisão, o conselheiro que foi indicado para analisar o caso não concluiu as etapas necessárias. O juízo estava previsto para esta terça (27).

Segundo o entendimento da Justiça, o conselheiro indicado pelo Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, atropelou ritos para acelerar o julgamento, inserindo o conteúdo na pauta antes de apresentadas as alegações finais e negando prazo para manifestação adequada da defesa.

O procurador é alvo de procedimento aberto pelo corregedor nacional do Ministério Público (CNMP), Orlando Rochadel, em julho, instaurado com base no conteúdo de supostas mensagens trocadas entre Dallagnol e membros da força-tarefa da Lava Jato. Este caso foi aberto a partir de notícia de que o procurador teria montado um plano de negócios de eventos e palestras para lucrar com a fama e contatos obtidos durante as investigações da Lava Jato.

Além das palestras, o corregedor também abriu uma reclamação disciplinar para apurar a conduta do procurador pela participação em encontro secreto com representantes de bancos e investidores. Dallagnol terá dez dias para se manifestar sobre o caso.

Em nota, a assessoria da força-tarefa afirmou que o procurador esclarecerá ao CNMP que foi ao encontro com o propósito de debater o tema do combate à corrupção e cidadania, expondo em particular as novas medidas contra a corrupção, e que o comparecimento foi gratuito. A nota também diz ser leviana qualquer acusação de que teriam sido fornecidas informações de caráter sigiloso no encontro.

Leia também1 MST fez menos ocupações de terras em governo Bolsonaro
2 Ana Maria comete gafe ao homenagear Fernanda Young
3 Ministro do Meio Ambiente diz que ajuda do G7 é "bem-vinda"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.