Leia também:
X ‘Sei onde está o câncer do Brasil, temos como ganhar essa guerra’, diz Bolsonaro

Juíza inclui desenhos e símbolos para explicar suas sentenças

Magistrada justificou que linguagem jurídica pode ser complexa para os envolvidos

Gabriela Doria - 25/08/2021 22h21 | atualizado em 26/08/2021 10h10

Juíza incluiu método didático para explicar suas sentenças Foto: Divulgação/TJGO

Um juíza da cidade de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, decidiu facilitar o entendimento das decisões judiciais de maneira didática. Aline Vieira Tomás, da 2ª Vara de Família, quis tornar suas decisões compreensíveis, uma vez que a linguagem jurídica pode ser complexa para leigos.

Em um caso de divórcio, por exemplo, a magistrada lançou mão de ilustrações, tópicos e até de uma linha de tempo para explicar sua decisão. Em outro, que se tratava de partilha, Aline criou uma linha do tempo usando um coração para indicar o início do relacionamento; alianças para simbolizar o casamento; a casa e o carro para mostrar os bens adquiridos pelos casal; um coração partido para representar o fim da união.

– Pela natureza da vara, que é de Família, eu percebo que as partes ficam em dúvida ao receberem a sentença, mesmo eu tentando evitar a utilização de linguagem jurídica complexa. Então, resolvi, ao final de todas as sentenças homologatórias, fazer um resumo ilustrado, tornando o Direito mais claro e compreensível às partes – explicou a juíza ao portal Metrópoles.

Com isso, as partes recebem em tempo real, no WhatsApp, a decisão de Aline assim que a sentença é publicada no sistema do Tribunal. Os envolvidos têm acesso ao material didático ao fim de todo despacho.

Leia também1 317 advogados contrariam OAB e fazem nota de apoio a Bolsonaro
2 'Sei onde está o câncer do Brasil, temos como ganhar essa guerra', diz Bolsonaro
3 Avaliada em R$ 10 milhões, casa de Agnaldo Timóteo é depredada
4 Tribunal de Contas da União aprova edital do leilão do 5G
5 RJ: Coletivo indígena incendeia estátua de Pedro Álvares Cabral

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.