Leia também:
X Saiba quem é o general indicado para comandar a Petrobras

Juiz nega recurso do YouTube contra Terça Livre e dobra multa

Desembargador mandou plataforma reativar canal de Allan dos Santos

Gabriela Doria - 20/02/2021 11h25 | atualizado em 20/02/2021 11h26

Allan dos Santos obtém nova vitória sobre o YouTube Foto: Reprodução

A Justiça de São Paulo negou um recurso do YouTube, nesta sexta-feira (19), que pedia para manter suspenso o canal Terça Livre, do jornalista Allan dos Santos. Com isso, a plataforma continua sendo obrigada a reativar o canal.

Em seu despacho, o desembargador Mathias Coltro, da 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, argumentou que “as razões que conduziram ao deferimento da liminar remanescem”.

Além de não aceitar o pedido, Mathias Coltro determinou que a multa diária de R$ 5 mil passasse para R$ 10 mil, em caso de descumprimento da decisão judicial.

O YouTube não se manifestou sobre a nova derrota.

Leia também1 YouTube alega violações e exclui canais do Terça Livre do site
2 Allan: Justiça manda YouTube devolver canais do Terça Livre
3 'Não admitirei censura', diz Frias após exclusão do Terça Livre
4 Deputado vai 'enquadrar' Google por 'censura' contra o Terça Livre
5 Bolsonaro: 'Globo, Estadão e Folha são fábricas de fake news'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.