Leia também:
X Aras: Recondução à PGR não serve a pretensões de Bolsonaro

Jefferson chama embaixador chinês de ‘vagabundo’ e ‘pilantra’

Presidente do PTB defendeu expulsão do diplomata

Gabriela Doria - 22/07/2021 17h38 | atualizado em 22/07/2021 18h16

Roberto Jefferson defendeu expulsão do embaixador chinês Foto: Reprodução

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, voltou a causar polêmica nas redes sociais com suas declarações. Desta vez, o ex-deputado vem disparando, desde quarta-feira (21), uma série de ataques contra o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

Ontem, no Twitter, Jefferson se referiu ao diplomata chinês como “vagabundo que a China mandou para o Brasil” e “pilantra que já articula contra o governo [brasileiro] faz um bom tempo”.

– O embaixador comunista Yang Wanming é uma vagabundo que a China mandou para o Brasil depois que desestabilizou a Argentina/[o] Chile. Esse pilantra já articula contra o governo faz um bom tempo, mas o safado passou de todos os limites ao ofender Deus e Bolsonaro quando saiu do hospital – escreveu Jefferson.

Em seguida, o ex-parlamentar defendeu a expulsão do embaixador.

– Esse comuna deve ser expulso do Brasil antes que cresça ainda mais para cima do governo, como foi com o STF, quando não deixou o presidente indicar o chefe da PF. Se tivesse cortado as asas dos urubus lá atrás, eles estariam em seus ninhos podres até hoje, sem encher tanto o saco – afirmou.

Já nesta quinta (22), Roberto Jefferson subiu ainda mais o tom contra Wanming. Em um vídeo que circula entre apoiadores de Jair Bolsonaro, o presidente do PTB se refere ao embaixador como “macaco chinês”.

– Esse chinês malandro que tá aí, na Embaixada da China, tem que ir embora. [O] Presidente tem que mandá-lo embora. Esse Xing Ling embaixador. Quando tudo estiver exaurido, nós somos a retaguarda e só sobre o nosso cadáver que vão implantar aqui um regime ateu, marxista, comunista, onde um palhaço, macaco, um realejo que repete dogmas de Marx, como esse embaixador da China, dá ordens às pessoas. Eu não me ajoelho a esse macaco chinês – discursou.

Leia também1 China se opõe ao plano da OMS de investigar origens da Covid
2 Na China, livros religiosos são queimados publicamente
3 China registra 1ª morte causada por vírus raro de macaco
4 Jefferson é condenado por chamar Moraes de 'Xandão do PCC'
5 Mourão dispara contra Estadão: Brasil não é República de banana

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.