Leia também:
X Mãe é presa por tentar afogar bebê de 9 meses em lago no CE

Israel: Feliciano, Terra Nova e Malafaia são homenageados

Celebração marcou os 71 anos da fundação da nação judaica

Gabriela Doria - 27/05/2019 18h23 | atualizado em 27/05/2019 19h04

A celebração dos 71 anos da fundação do Estado de Israel, no último dia 22, em Brasília, foi marcada pela concessão de honrarias a alguns de seus convidados. Entre os agraciados com a entrega da medalha Jerusalém de Ouro estão o deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP), o pastor Silas Malafaia e o apóstolo Renê Terra Nova.

A honraria é um reconhecimento da “dedicação e compromisso na promoção do fortalecimento das relações entre os países, com a realização de ações humanitárias, filantrópicas, econômicas e sociais”.

– Muito me honrou o convite do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, para a festa em comemoração ao 71º aniversário do Estado de Israel, em que foram entregues a medalha Jerusalém de Ouro. E com muita alegria recebi a honraria das mãos do presidente Jair Bolsonaro, numa demonstração de carinho entre amigos. Faço minhas as palavras do Sumo Sacerdote, que todo ano pede Paz para Israel – declarou Marco Feliciano ao Pleno.News.

O presidente Jair Bolsonaro, um dos convidados de honra, também recebeu a medalha.

O evento também contou com a presença do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, dos senadores Suraya Thornicke, Flavio Bolsonaro, Chico Rodrigues e Arolde de Oliveira, do ministro de Minas e Energias Bento Albuquerque, do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional Augusto Heleno, do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, e do vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira.

Leia também1 Em Brasília, Israel celebra 71º aniversário de sua fundação
2 Israel não explodiu bibliotecas nem destruiu documentos
3 Marco Feliciano promove 7 minutos de oração pelo Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.