Leia também:
X Sete perfis que postaram sobre atos foram suspensos do Twitter

Ibaneis ficou nervoso após atos: “Tira esses vagabundos”

Mensagens trocadas com o secretário interino mostram o desespero do governador afastado do Distrito Federal

Leiliane Lopes - 15/01/2023 14h44 | atualizado em 16/01/2023 12h22

Ibaneis Rocha Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Durante seu depoimento à Polícia Federal, o governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, apresentou algumas mensagens de textos e áudios nos quais critica os manifestantes que invadiram os prédios dos Três Poderes e os chama de “vagabundos”.

Ibaneis tenta provar que não tinha conhecimento do que aconteceria e que foi enganado ou até “sabotado” pela equipe de segurança.

O Jornal O Globo teve acesso às mensagens trocadas pelo chefe do Executivo da capital distrital. Em uma delas, o secretário interino de Segurança Pública do DF, Fernando de Souza Oliveira, diz que os manifestantes saíram do Quartel-General do Exército e caminharam escoltados até a Praça dos Três Poderes depois de prometer que seria uma ida pacífica e organizada.

– Tivemos uma negociação para eles descerem de forma pacífica, organizada, acompanhada. Toparam. Não precisou conter lá em cima. É um ou outro ônibus que vai descer. Se descer perto da Rodoviária, eles desembarcam ali na alça leste e seguem acompanhados pela polícia militar. Então, assim, tá um clima bem tranquilo, bem ameno, uma movimentação bem suave e a manifestação totalmente pacífica. Até agora, nossa inteligência está monitorando, não há nenhum informe de questão de agressividade ligada a esse tipo de comportamento. Tem aproximadamente 150 ônibus já no DF, mas todo mundo de forma ordeira e pacífica – explicou Souza ao governador por volta das 13h20.

Cerca de duas horas depois, os manifestantes perderam o controle e invadiram os prédios do Supremo Tribunal Federal (STF), do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto. Desesperado, Ibaneis dá uma ordem a Oliveira:

– Coloca tudo na rua. Tira esses vagabundos do Congresso e prenda o máximo possível!

Ibaneis disse no depoimento que pediu ajuda do ministro da Justiça, Flávio Dino, para enviar as Forças Armadas para controlar os manifestantes. O governador ficou decepcionado ao ver que os militares do DF não agiram como era esperado e que ainda tiraram fotos com os manifestantes.

Leia também1 Sete perfis que postaram sobre atos foram suspensos do Twitter
2 Musk se manifesta após saber de bloqueios aplicados por Moraes
3 Glenn diz que a esquerda usa David Miranda para atacá-lo
4 Weber, Aras e Pacheco vão a enterro da esposa de Barroso
5 Lula vai à Bahia para relançar o programa de moradia popular

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.