CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Mariana Rios perde bebê: “Não questiono a decisão de Deus”

Hospital deixa Gio Ewbank registrar parto e revolta mães

Maternidade havia suspendido o hábito por causa da pandemia

Rafael Ramos - 11/07/2020 16h22 | atualizado em 11/07/2020 16h40

Escolhida para o parto do terceiro filho do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, a Maternidade Perinatal, no Rio de Janeiro, causou revolta em diversas mães que foram às redes sociais do grupo reclamar do hospital ter permitido a entrada de um fotógrafo para registrar o nascimento de Zyan.

Devido à pandemia do coronavírus, a presença de fotógrafos foi proibida nas salas de parto. Nos comentários, mães e parentes reclamaram do privilégio dado à famosa e algumas ameaçaram entrar na Justiça contra a maternidade.

Diante da situação, a Perinatal publicou um Story informando que mantém a proibição de fotógrafos na sala. O hospital ainda avisou que está apurando o caso.

– Um gestor de uma de nossas unidades abriu uma exceção e autorizou entrada de um fotógrafo que apresentou um teste negativo para Covid-19, o que está em desacordo com o nosso protocolo. O referido fato está sendo devidamente apurado para adoção das devidas medidas disciplinares.

Leia também1 Mariana Rios perde bebê: “Não questiono a decisão de Deus”
2 CNN demite jornalista por fala sobre HIV e homossexuais
3 Michelle Bolsonaro divulga teste negativo para Covid-19
4 Web rebate crítica de Huck ao novo ministro da Educação
5 Nise Yamaguchi é afastada por apoiar a hidroxicloroquina

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo