Hospital Albert Einstein entra com ação contra José de Abreu

Ator acusou a unidade de saúde de apoiar o ataque contra Jair Bolsonaro

Pleno.News - 11/01/2019 08h52

Ator José de Abreu Foto: Folhapress/Greg Salibian

O Hospital Albert Einstein, localizado em São Paulo, decidiu processar o ator José de Abreu. No Twitter, ele acusou a instituição de saúde de ser cúmplice do ataque contra Jair Bolsonaro.

– Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad (serviço secreto do Estado de Israel), com apoio do Hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corrupto Bibi. A união entre a igreja evangélica e o governo israelense vai dar merda – escreveu José de Abreu na época.

Apesar do tweet ter sido apagado momentos depois, o print com a mensagem viralizou na internet.

De acordo com a revista Veja, o Hospital entrará com uma queixa-crime por difamação contra o artista e também com uma ação civil por dano moral. Caso ganhe, o dinheiro será destinado a obras beneficentes.

LEIA TAMBÉM+ Mourão sobre Gleisi em posse de Maduro: "Perdeu a noção"
+ Ataque na Catedral: Polícia irá prorrogar inquérito
+ Mais um cachorro morreu de calor no Rio de Janeiro


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo