Leia também:
X Ao lado de Bolsonaro, chefe do Exército garante a ‘lei e a ordem’

Exército condecora Guedes por Previdência dos militares

Ministro conseguiu aprovar reestruturação da carreira dos militares

Gabriela Doria - 25/08/2021 14h40 | atualizado em 25/08/2021 16h59

Ministro da Economia Paulo Guedes é condecorado com medalha Foto: Ministério da Economia/Edu Andrade

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi condecorado com a Medalha do Pacificador, nesta quarta-feira (25), pelos seus esforços para aprovação da reforma da Previdência da carreira dos militares.

O ministro foi agraciado durante a cerimônia do Dia do Soldado, que ocorreu no Quartel-General em Brasília.

Segundo definição do Exército brasileiro, datada de 1955, a Medalha do Pacificador “transformou-se em honraria a ser conferida a militares e civis, brasileiros ou estrangeiros, que tivessem prestado assinalados serviços ao Exército, elevando o prestígio da Instituição ou desenvolvendo as relações de amizade entre o Exército Brasileiro e os de outras nações”.

REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA MILITAR
Em dezembro de 2019, o presidente Jair Bolsonaro aprovou a proposta de reestruturação da carreira militar. A mudança é mais vantajosa, se comparada à reforma dos trabalhadores da iniciativa privada e de servidores públicos.

Entre as mudanças, estão o recebimento integral do salário após a aposentadoria dos militares, a qual não terá idade mínima obrigatória. Os militares também arcarão com contribuição de 10,5% (trabalhadores de empresas privadas são descontados entre 7,5% e 11,68% pelo INSS).

Leia também1 Ao lado de Bolsonaro, chefe do Exército garante a 'lei e a ordem'
2 Gilmar diz que Mendonça paga o preço por 'tumulto' de Bolsonaro
3 Nova regra eleitoral pode barrar candidatura de Moro em 2022
4 STJ suspende processo contra Flávio por suposta rachadinha
5 Zé Dirceu convoca esquerdistas para impedir 'violência' do dia 7 de Setembro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.