Leia também:
X Câmara do Rio aceita processo de cassação de Dr. Jairinho

Guedes: ‘Chinês’ criou Covid, mas faz vacina pior que a dos EUA

Fala ocorreu durante reunião do Conselho de Saúde Suplementar

Pleno.News - 27/04/2021 17h21 | atualizado em 27/04/2021 17h45

Ministro da Economia Paulo Guedes não sabia que conversa era gravada Foto: Ministério da Economia/Edu Andrade

Sem saber que era gravado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (27) que “o chinês” criou a Covid-19 e ainda produziu vacinas de eficácia menor do que aquelas desenvolvidas por farmacêuticas dos Estados Unidos. A fala de Guedes ocorreu durante reunião do Conselho de Saúde Suplementar (Consu).

Além de Guedes, também estavam na reunião do conselho os ministros da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Justiça, Anderson Torres, além de representantes da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Parte da reunião foi transmitida em redes sociais do Ministério da Saúde. O vídeo foi interrompido após os ministros perceberem a gravação. As imagens não estão mais disponíveis.

Segundo apurou o Estadão, o ministro Ramos afirmou na reunião preferir a vacina de Oxford/AstraZeneca do que a Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e entregue no Brasil pelo Instituto Butantan, órgão ligado ao governo de São Paulo.

As falas dos ministros ocorrem no momento em que o Senado realizava a primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, que vai investigar atrasos do governo federal na aquisição de imunizantes.

Na reunião, Guedes também disse que o Sistema Único de Saúde (SUS) é ineficaz e defendeu o uso da rede privada para atender pacientes de Covid-19. A reunião do Consu dita justamente regras ao setor coberto por planos de saúde.

Já Ramos disse que tem estimulado o presidente Jair Bolsonaro a se vacinar. Aos 66 anos, Bolsonaro poderia se vacinar desde o começo de abril, quando o DF passou a distribuir doses para o público desta idade. Guedes, que tem 71 anos, foi vacinado no mês passado, com a Coronavac.

*Estadão

Leia também1 Rússia vê interesses políticos na negativa da Anvisa à Sputnik
2 'Passaporte Covid' da UE deve excluir vacinas como CoronaVac
3 Vereador de MG nega que idoso morreu de Covid e viola caixão
4 "A CPI é um cenário armado para derrubar o governo", diz Otoni
5 Web se revolta com CPI e dispara #PachecoTchutchucaDoSTF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.