Leia também:
X PGR analisa inquérito sobre bens de Flávio Bolsonaro

Governo quer adotar blitz para testar uso de drogas ilícitas

Fiscalização pretende detectar motoristas que fizeram uso de drogas ilícitas, como maconha e cocaína

Gabriela Doria - 06/02/2019 16h40 | atualizado em 06/02/2019 17h02

Operação da Lei Seca Foto: Divulgação

O governo de Jair Bolsonaro estuda a possibilidade de submeter motoristas a um teste de drogas durante blitzes rotineiras. No mesmo modelo da Lei Seca, o condutor teria que fazer exames toxicológicos instantâneos para atestar que não está dirigindo sob efeito de entorpecentes como maconha, cocaína e ecstasy. A informação foi dada ao jornal O Globo por Luiz Beggiora, titular da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

– Já temos bafômetros para álcool, mas para outras drogas não há equipamentos de detecção. Estamos fazendo estudos para viabilizar esse avanço – disse Beggiora ao jornal.

Ainda segundo o titular, o governo está avaliando quatro tipos de equipamentos que detectam até oito variedades de drogas através da saliva.

Apesar de o estudo já estar em andamento, ainda não há previsão para que a medida seja adotada. Será preciso ainda alterar a legislação de trânsito atual, que cita apenas o álcool como passível de punição.

Leia também1 SP: Doria proíbe consumo de álcool em postos de gasolina
2 RJ: Detran suspende cobrança de parte da taxa GRT
3 RJ: Saiba se quem já pagou a GRT pode pedir ressarcimento

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.