Leia também:
X “Bolsonaro é uma pessoa autêntica”, avalia Arolde

Globo e Folha abandonam plantão em frente ao Alvorada

Jornalistas alegam falta de segurança e hostilidade

Gabriela Doria - 25/05/2020 22h03 | atualizado em 26/05/2020 13h53

Apoiadores de Jair Bolsonaro hostilizam membros da imprensa em frente ao Palácio da Alvorada Foto: EFE/Joédson Alves

Jornalistas do Grupo Globo e da Folha de S. Paulo decidiram, nesta segunda-feira (25), abandonar a cobertura diária que fazem em frente ao Palácio da Alvorada, onde o presidente Jair Bolsonaro costuma conversar com apoiadores e com a imprensa.

Os dois veículos alegaram que a crescente hostilidade dos apoiadores do presidente aos jornalistas está colocando em risco a segurança dos profissionais. Tanto a Folha quanto o Globo enviaram comunicado ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), liderado pelo ministro Augusto Heleno, explicando as razões da suspensão da cobertura e pedindo providências para o retorno das atividades.

– São muitos os insultos e os apuros que os nossos profissionais vêm sofrendo dia a dia por parte dos militantes que ali se encontram, sem qualquer segurança para o trabalho jornalístico. Estas agressões vêm crescendo – diz um trecho do comunicado enviado pelo Grupo Globo ao GSI.

Nenhum dos dois veículos informou como fará para continuar obtendo as informações dadas em frente à residência oficial.

Até o momento, o governo federal não se pronunciou sobre a decisão dos veículos.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.