Leia também:
X Time estampa Lula na capa e o chama de “líder mais popular”

Givaldo, ex-morador de rua, presta depoimento à Polícia Civil

Givaldo Alves é investigado sob suspeita de estupro de vulnerável

Monique Mello - 04/05/2022 11h05 | atualizado em 04/05/2022 11h40

Givaldo Alves, ex-morador de rua Foto: Reprodução/YouTube Givaldo Alves

O ex-morador de rua Givaldo Alves compareceu à delegacia da Polícia Civil para prestar seu primeiro depoimento, nesta terça-feira (3). Ele é alvo de um processo por suspeita de crime de estupro de vulnerável. Enquanto ainda era sem-teto, Givaldo ganhou projeção nacional quando foi agredido pelo personal trainer Eduardo Alves, que o flagrou tendo relações sexuais dentro de um carro com sua esposa. O caso ocorreu em Planaltina, no Distrito Federal, em março deste ano.

Sandra Fernandes, a esposa do personal, passou a ser considerada vulnerável após um laudo médico apontar que ela apresenta sinais de “transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica”. No episódio com Givaldo, Sandra estaria em surto psicótico.

A promotora de Justiça que recebeu o ex-morador de rua na delegacia o informou que ele está proibido de falar o nome de Sandra Fernandes, mediante uma decisão judicial.

A defesa de Givaldo alega que o ex-mendigo também encontra-se na posição de vítima, pois foi fortemente agredido pelo personal, precisando ser hospitalizado.

Na semana passada, Sandra Fernandes se pronunciou publicamente pela primeira vez, após alta hospitalar. Ela declarou ter sido humilhada, julgada e vítima de chacotas, e que lutaria na Justiça.

Leia também1 Após alta, mulher de personal desabafa pela primeira vez
2 Esposa de personal conta que mantém a sua fé e que lê a Bíblia
3 Personal trainer de Planaltina posta foto com esposa: "Aliança"
4 Ex-morador de rua vai processar o Instagram: "Cabeças vão rolar"
5 Universidade de Brasília vai usar “selo” para identificar vacinados

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.